Recital da classe de violão – Teatro Paiol

34º Oficina de Música de Curitiba - janeiro/2016.

Uma série de recitais foram realizados na sexta-feira (15) em vários espaços culturais, por alunos da 34ª Oficina de Música de Curitiba, que sobem ao palco para colocar em prática o resultado de uma semana de cursos e estudos intensivos. As apresentações no Paço da Liberdade, Teatro Paiol, Teatro Londrina e Santuário Nossa Senhora do Guadalupe reúniram as classes de piano, violão, coro infantil, regência de coro e brass ensemble.

Dar aos estudantes a chance de testar seus conhecimentos e experimentar a vivência de palco é um dos propósitos do festival curitibano, cuja ênfase se dá exatamente na formação musical. Ao final de cada fase (erudita e MPB) a programação ganha reforço com as apresentações individuais e das orquestras formadas pelos participantes.

Alunos do professor Fábio Zanon se apresentaram na sexta-feira (15/1) no Teatro Paiol. “A experiência é muito importante e totalmente educativa para o músico. Para eles, é viver uma situação de audição profissional. Ainda mais num teatro como o Paiol, aos quais poucos teriam acesso não fosse esta chance dada pela Oficina”, diz o professor.

O jovem Lucas Correia Lima, de 20 anos, foi um dos destaques do recital da classe do professor Zanon. “Tocar em público é diferente. Tem pressão, adrenalina. Mas a gente estuda pra isso”, diz Lucas Lima, que veio de Pelotas (RS) gostou da experiência de participar pela primeira vez da Oficina de Curitiba. “Gostei muito porque tive contato com outros músicos e tive a chance de conhecer outros instrumentos, principalmente de música antiga. Provei instrumentos que nunca tinha experimentado, como o alaúde”.

Outro recitalista foi o estudante Lucas Vieira, de 21 anos. Natural de São Paulo e acostumado a outros festivais, Lucas considerou a Oficina bastante “acolhedora” e o nível dos professores “incrível”. Ele também encara as audições com naturalidade. “Faz parte do aprendizado. O palco é a etapa final do trabalho. Você estuda música para compartilhar com as pessoas”.

34º Oficina de Música de Curitiba - janeiro/2016.O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o presidente do ICAC, Marino Galvão prestigiaram a apresentação dos jovens violonistas.

Fonte texto: http://www.oficinademusica.org.br/
Fotos: Gilson Camargo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s